Gestão financeira propriedade rural

Infelizmente, muitas propriedades fecham a conta no fim do mês no vermelho. E com isso, vem aquela pergunta: qual seu custo fixo mensal? Muitos produtores não sabem a resposta quando questionados sobre o tema. Ou, quando têm o número na cabeça, não expressam o valor real, apenas uma média. Porém, para uma melhor tomada de decisão e também proporcionar economia, é necessário a gestão financeira propriedade rural. É desafiador, mas garante um melhor planejamento e medir os próximos passos com mais segurança.

 

 

Entre os custos, podemos citar: compra de ração, frete de diversos suprimentos do dia a dia do manejo, pagamento de funcionários na mão de obra. Quando chega o fim do mês, se esses valores não estiverem muito bem detalhados, os pecuaristas podem ficar confusos e não ter a precisão exata não só do custo, mas também do quanto estão lucrando.

 

Gestão financeira propriedade rural

 

Algumas medidas simples podem dar ao produtor parâmetros suficientes para obter o conhecimento sobre o custo mensal da fazenda. E dessa forma, avaliar se o negócio está com um modelo adequado e em quais aspectos é necessário propor economia e mais investimento.

Nas sugestões, a Boi Saúde indica uma caixa de despesas. Isso mesmo. Você pode transformar qualquer caixa, inserir uma etiqueta e deixar na sua mesa de trabalho. A intenção é inserir ali as notas de todas as despesas do dia a dia. Que podem ser:

  • combustível;
  • contas de água, luz, telefone;
  • ração;
  • suplementos;
  • vacinas e medicamentos;
  • recibos de pagamento de peões que te auxiliam na lida.

Ao fim de cada mês, some todas as despesas e insira em uma tabela para fazer um comparativo mensal. Esse modelo não é o ideal, mas para o produtor que não faz nenhum tipo de controle, já auxilia no conhecimento dos gastos.

 

custo mensal da fazenda 1024x768 - Gestão financeira propriedade rural
Gastos como combustível do trator devem entrar no custo mensal da fazenda. – Foto: Pixabay

Fluxo de caixa 

 

Ter um controle do fluxo de caixa e fazer até uma reserva com o que sobra ao fim do mês pode proporcionar bons progressos na sua pecuária. Fechou o mês em azul? Isso é ótimo, mas não vá esbanjar com investimento em equipamentos e produtos que não são de extrema necessidade. É sempre bom ter uma reserva para possíveis emergências na propriedade e até mesmo custear uma possível alta de preços em insumos essenciais para o bom funcionamento do seu negócio.

Separe um dia da semana, pelo menos, para estudar suas despesas, pesquisar novos fornecedores e estratégias de redução de custos.

Aqui mesmo no blog, você encontra diversas alternativas para potencializar sua produção, com redução de despesas. Uma delas é a própria produção do sal proteinado. Por que não fazer você mesmo esse sal que é tão importante para a produtividade bovina?

Para adquirir sua receita totalmente GRATUITA, clique AQUI.

E se você quiser aprimorar esse tipo de organização, indicamos a seguinte leitura: Fluxo de Caixa para Prestadores de Serviço.

 

Olho atento no cocho 

 

Cuidado com a qualidade do que é oferecido no cocho para os seus animais, amigo produtor. Muitas vezes, o barato pode sair caro. Sempre que for adquirir ingredientes para ração e silagem, verifique a qualidade. Quando o valor estiver muito abaixo do mercado, o produto pode estar com valor nutricional além do esperado. E boi com engorda garantida é aquele que recebe os melhores nutrientes. Por isso, para evitar jogar dinheiro fora, adquira sempre produtos de fornecedores conhecidos. Pergunte a amigos e colegas da região, tome referência. Dessa forma, sua pecuária irá cada vez mais longe.

 

Não pare seus conhecimentos aqui, amigo produtor! Confira a dica A silagem substitui o pasto?

 
Os 10 princípios do produtor de sucesso - Gestão financeira propriedade ruralOs 10 princípios do produtor de sucesso mobile - Gestão financeira propriedade rural
 

4 pensou em “Gestão financeira propriedade rural”

  1. Bom dia, gostaria de receber uma planilha para controle dos custos mensais e controle de rebanho.

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Pollyana, obrigado pela pergunta, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

  2. José Carlos Miranda disse:

    Artigo muito bom sobre os custos de uma fazenda.
    Gostaria de receber um modelo de despesas de custeio e seus centros de custos, para melhorar estes controles.
    Hoje já faço em uma planilha Excell .
    Antecipadamente agradeço.
    José Carlos

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá José Carlos, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*