O que é freemartinismo bovino?

O nome não é muito conhecido. Mas produtor bom é produtor bem informado! Nesta dica, você vai obter conhecimento sobre o freemartinismo bovino. Não se assuste, a palavra pode ser difícil, mas aqui vamos te explicar o que é essa doença que atinge bezerros desde a formação no útero da matriz.

O freemartinismo bovino é uma anormalidade sexual própria dos bovinos. Ocorre em nascimento de bezerros gêmeos de sexos diferentes e a fêmea é a afetada, quando a membrana é dividida pelos dois animais no desenvolvimento durante a gravidez. Isso faz com que os dois bezerros em formação utilizem a mesma placenta.

Por essa ligação entre a membrana e a placenta, há trocas de informações genéticas entre os dois. Principalmente, a mistura de genética sexual e hormônios. Nisso, se dá o desenvolvimento do sexo do outro. Ou seja, a fêmea passa a ter características sexuais masculinas e pode até ser infértil. É popularmente chamada de vaca maninha.

Se você está se perguntando se o macho também recebe informações da fêmea, isso acontece com porcentagem tão pequena que afeta a fertilidade do bezerro em taxas muito pequenas.

Infelizmente, é uma condição genética que não tem prevenção. Em alguns casos, os animais freemartin, como são conhecidos cientificamente, são identificados antes mesmo do nascimento, a partir do exame de ultrassom.

 

freemartinismo bovino
Freemartinismo bovino pode prejudicar a reprodução da propriedade. – Foto: Boy Fotógrafo

Sinais de freemartinismo bovino

 

Nas fêmeas, os sinais são os seguintes:

  • clitóris hipertrofiado;
  • presença de pêlos longos na vulva;
  • vagina mais curta;
  • pescoço e espáduas musculosos;
  • ovários pouco desenvolvidos;
  • sistema mamário pouco desenvolvido.

 

Quais são os usos dos animais afetados pelo freemartinismo bovino 

 

As fêmeas não podem ser utilizadas com fins reprodutivos, pois já nascem inférteis, como já citamos acima. Porém, nada impede que sejam direcionadas para engorda, com foco na produção de corte. Já os machos, podem ser utilizadas na reprodução, porém, com necessidade de avaliação da fertilidade e também podem ser destinados para a produção de corte.

 

Referência:

ALMEIRA, Jaci. RESENDE, Osvaldo A. Resende. Freemartinismo em bovinos: revisão de literatura. REVISTA PORTUGUESA CIÊNCIAS VETERINÁRIAS. Centro Universitário de Barra Mansa (UBM).

Robert A. Foster – Department of Pathobiology. Ontario Veterinary College – University of Guelph.

 
Boi Saúde Logo Preto - O que é freemartinismo bovino?

Ração para Vaca de Cria:
Receita para recuperar o escore corporal!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

topo
Bitnami