Coronavírus e bovinos: existe transmissão?

Essa pergunta pode ter passado pela sua mente nas últimas semanas e mais intensamente nos últimos dias. Acertamos, amigo produtor? A palavra da vez está em todos os lugares: notícias, conversas entre família, amigos e até desconhecidos. A pandemia do Covid-19 chegou ao Brasil e  sendo um dos principais exportadores de carne do planeta, fica a pergunta, qual a relação entre os bovinos e coronavírus?

 

Covid-19 e bovinos

 

O Covid-19 é o novo tipo de coronavírus que circula atualmente no mundo e responsável pela pandemia. Todos os continentes, exceto a Antártica, estão com casos confirmados. Inclusive aqui, no nosso país. E como temos o maior rebanho bovino no mundo, a preocupação dos pecuaristas é grande. Será que os bovinos são fonte de transmissão do novo coronavírus, o Covid-19?

Existem sete tipos de coronavírus, especificamente o responsável pela atual pandemia, o Covid-19, não atinge os animais, principalmente, os bovinos. Não há possibilidade do gado transmitir ao homem e o homem transmitir ao gado. Essa regra também vale para animais de estimação como gatos e cachorros. Os cavalos e aves também estão à salvo.

Não há evidência de transmissão do Covid-19 por esse grupo de animais e nem de contaminação.

 

coronavírus 2 - Coronavírus e bovinos: existe transmissão?
Covid-19, o novo coronavírus não contamina os bovinos e outros animais da propriedade. – Foto: Boy Fotógrafo

Outros tipos de coronavírus que podem contaminar os animais da propriedade 

 

Há um coronavírus que realmente acomete os animais, mas é diferente do Covid-19. O que afeta os bovinos, equinos, aves e animais domésticos, é mais comum do que se imagina e tem baixa taxa de mortalidade.

No caso do gado, a transmissão é feita pelas fezes e secreção nasal e não contamina os humanos. O principal sintoma são os problemas respiratórios e gastrointestinais. E a intensidade de contaminação varia de acordo com as condições, fase e idade do bovinos.

Nos bezerros, existe a possibilidade de diarreia e desidratação. Por isso, é importante manter o animal recém-nascido bem alimentado para ter uma boa imunidade. Para tratar o problema, confira a receita: Desidratação dos bezerros é tratada com soro; veja receita.

O coronavírus que atinge o gado pode também desenvolver pneumonia no animal, perda de apetite, diarreia em animais adultos, inclusive, com sangramento.

Assim como a higiene é fundamental para a prevenção do Covid-19 entre os humanos, o coronavírus que atinge os bovinos também pode ser prevenido mantendo o local limpo e livre de acúmulo de fezes.

Ao menor sinal dos sintomas apontados acima, consulte um veterinário para auxiliar e indicar o melhor tratamento, de acordo com a situação de cada animal.

Para saber como evitar a diarreia, acesse: Como ocorre a diarreia em bovinos de corte

 

Referência:

Novo coronavírus no Brasil. Pesquisa Fapesp.

Coronavirus Information & Resources. Disaster Education NetWork. Texas A&M Agrilfe Extension.

 
Boi Saúde Logo Preto - Coronavírus e bovinos: existe transmissão?

Volumoso de Cana-de-Açúcar:
Nutrição e economia na propriedade!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*