Como manter a qualidade da pastagem

Manter a qualidade durante todo o ano requer muita dedicação. Pela diferença do solo nas diversas regiões do país, que sofrem alterações climáticas bruscas, conhecer e estudar seu pasto é fundamental. Só assim, a propriedade terá uma boa qualidade de pastagem durante os 12 meses e, principalmente, na seca.

Há vários métodos para garantir pasto durante todo o ano. Mas a dica principal é mantê-lo sadio durante 12 meses seguidos. Muitos produtores se preocupam apenas quando está entrando na época da seca. Porém, a atenção precisa ser constante. É a única forma de se evitar prejuízos na engorda dos animais.

A seca é tão escassa, que apenas 30% do pasto é formado durante o período. Os demais 70% são formados na época das águas. Diversos fatores são responsáveis pela degradação da pastagem, afetando a qualidade.

 

Confira as orientações e bom manejo, amigo produtor! 

 

Manutenção todos os dias: Quer pasto ao ano todo? Então, implemente uma irrigação adequada, limpeza de plantas invasoras, controle de pragas e fertilidade adequada.

Insira no pasto o número ideal de bovinos: A média de consumo por animal é de 4% do peso vivo ao dia. Um exemplo: um animal de 400 quilos terá um consumo de 16 quilos de pasto todos os dias. Agora, vamos multiplicar esse número pelos dias do ano, 365, o que resulta em 5.8 toneladas de pastagem por ano. Então, o produtor deve pegar as 15 toneladas que o pasto produz por hectare e dividi-las pelas 5.8 toneladas que o animal irá consumir. O resultado é a proporção de 2.5 animais.

Evite parasitas e insetos: A presença da cigarrinha na pastagem é considerada uma praga pelo produtor rural. Por ser um inseto considerado sugador, causa grandes danos no pasto, além de contaminá-lo com toxinas que impedem o crescimento e recuperação das plantas. Os cupins causam graves problemas em nossa pecuária. É muito comum nos pastos brasileiros e precisam ser eliminados para não prejudicar as projeções e metas da propriedade. Além de ocupar lugar nas pastagem por reduzir a área de pasto, atrapalham a locomoção não só dos bovinos, mas também dos tratadores

Irrigação: É uma técnica bem utilizada e é possível atingir índices muito expressivos. Porém só é muito bem aplicada e viável economicamente em lugares onde há água. Alguns fatores auxiliam como temperatura e luminosidade, mas a escassez de água dificulta todo o processo de irrigação de pastagem.

 

Como manter a qualidade da pastagem
Como manter a qualidade da pastagem. – Foto: Reprodução Internet

Sobre o cultivo 

 

Faça o plantio correto: Quando o produtor for arar a terra, perceberá  que a cultura anterior irá se misturar com a terra. Espere essa cultura apodrecer para que a fermentação não prejudique ou até mesmo mate as sementes plantadas. Se houver necessidade de calcário, sempre divida a aplicação em duas etapas.

Troca de pastagem: Solo pobre em fertilidade, erosão, pragas, plantas invasoras, lotação, compactação do solo demandam essa troca. Mas não se assuste, essa troca pode acontecer apenas a cada 20 anos.

Escolha a espécie adequada para sua região: Analise o clima da sua região. No seu estado chove muito ou é mais seco? Escolha uma forrageira que tenha maior resistência aos fenômenos climáticos. Ainda mais em regiões do Sul que sofrem com as geadas e temperaturas abaixo de zero em algumas épocas do ano. Assim como no Nordeste, com altas temperaturas e no Norte com a umidade.

 

Para saber mais sobre o manejo correto da pastagem, que impacta diretamente na engorda, acesse a dica: Manejo de pastagem correto aumenta o peso do animal.

 
Boi Saúde Logo Preto - Como manter a qualidade da pastagem

Volumoso de Cana-de-Açúcar:
Nutrição e economia na propriedade!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

topo
Bitnami