Uso de canzil na pecuária de leite favorece a alimentação?

Gostou? Compartilhe!

Nesta dica, vamos tratar de um assunto um tanto polêmico na pecuária: o uso do canzil. Muito comum na pecuária de leite, principalmente, em sistemas de confinamento, esse instrumento tem o objetivo de reduzir a disputa pela alimentação do cocho.

E alimentação para vacas de leite em quantidade adequada faz com que a produção seja eficiente.

O formato de alimentação, além da qualidade do alimento resulta diretamente no leite. Então, além de todos os processos que precisamos tocar como higiene na ordenha, utensílios, vacina, cumprir a rotina, verifique como os animais estão se alimentando.

 

Uso de canzil é adequado na pecuária?

 

Em primeiro lugar, o papel do canzil é fazer uma contenção que dificulta a disputa por alimento. Como resultado, o produtor não precisa prender os animais. Os materiais mais comuns são madeira e metálico.

Segundo recomendação da Embrapa, o cocho precisa ter entre 60 cm e 80 cm (lineares) por cabeça. Entretanto, essa medida varia de acordo com a raça e tamanho dos animais da sua propriedade. E ainda, com o tempo gasto para alimentação.

Algumas pesquisas, ainda de acordo com a Embrapa, indicam que quando a vaca tem acesso livre ao alimento, a aceitação de consumo é maior.

Ou seja, a competição e agressividade para o consumo naquele determinado horário passa a não acontecer mais. Então, deixe a ração à vontade no cocho. Mas sempre com cuidado. Supervisione para checar o consumo e a validade.

 

canzil
Uso de canzil na pecuária de leite favorece a alimentação? – Foto: Bartmeyer conforto animal

Alimentação do gado de leite 

 

Além da forma como a alimentação é oferecida, com o que você abastece seu cocho, amigo produtor?

Afinal, todo o processo para uma produção de sucesso começa no momento de tocar o gado para a sala de ordenha. Com calma, sem agressividade e violência. Feita a retirada de leite com o protocolo de higiene. Depois, toque o gado para o cocho.

Evite que os animais se deitem. Dessa forma, impedirá que o úbere que ainda estará aberto, seja contaminado pela mastite. Então, oferecer a ração logo após a ordenha nutre os animais e previne a contaminação por essa doença tão impactante na pecuária leiteira.

Mas, qual será a ração ideal? Acima de tudo, aquela que contém ingredientes que alimentam, matam a fome do animal e dão condições para que o leite seja bem produzido.

Já suspeita quais ingredientes são eles?

Alguns são: fubá de milho e farelo de soja. Agora, suplementos e aditivos precisam fazer parte. Além de garantir a manutenção do peso, previnem doenças importantes como acidose.

Portanto, a virginiamicina ou a monensina sódica também compõe a receita.

A ureia pode fazer parte da mistura. Mas siga os cuidados à risca. O cocho não pode ser molhado para que as vacas não sofram intoxicação.

Para aprender a fazer a ração, te enviamos o passo a passo gratuitamente. É só clicar AQUI.

Por fim, além do blog, os nossos vídeos podem te ajudar a melhorar o desempenho dos seus animais. Todo conteúdo está disponível gratuitamente. Basta acessar e ter sucesso na sua pecuária: Boi Saúde no YouTube.

 

Referência

CAMPOS, Aloizio Torres de. Sistema de Contenção. Agência de Informação Embrapa. Agronegócio do leite. 

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*