Como conservar sementes para pastagem?

Gostou? Compartilhe!

Sabe quando rola aquela promoção e a gente se empolga? Ou até mesmo o clima não contribui com a plantação? Então, independentemente da razão, se você comprou sementes para pastagem e não vai utilizá-las tão já, você pode armazená-las.

Jogar fora não é uma opção. Afinal, custa dinheiro. Por isso, dê valor ao seu esforço e ao seu lucro. O importante é saber guardar bem e da forma correta.

Dessa forma, vamos te ensinar nesta dica como conservar as sementes para pastagem.

A pastagem realmente é fundamental para a nossa pecuária. É o principal alimento dos bovinos. E ter uma espécie adequada faz com que a nutrição e engorda tenham resultado.

O manejo, troca de pastagem e até consórcio entre as espécies tem um sentido positivo no nosso resultado na balança.

Portanto, mais que comprar e se organizar, mantenha essas sementes para pastagem em bom estado. Assim, no momento de uso, dará para a sua propriedade o retorno esperado.

 

Como conservar sementes para pastagem?

 

É indicado que a propriedade tenha um galpão. Ou ainda, sabe aquele espaço onde você armazena a ração, suplementos e demais itens utilizados na sua pecuária? Pois bem, esse local mesmo.

O indicado para tudo o que é estocado ali é que seja um espaço:

  • Arejado e com boa ventilação;
  • Nunca deixe as sacas diretamente no chão. Ou seja, utilizar estrados evita o contato direto com a umidade do chão. Estrados simples de madeira já fazem muito bem essa função;
  • Além disso, não deixe as sacas encostadas na parede;
  • Separe sempre de forma bem organizada. Se precisar, faça etiquetas para saber o que há dentro de cada saca. Ainda mais se você armazena outros itens ali. Essa identificação evita bagunça e facilita encontrar com mais facilidade o que você procura naquele momento;
  • A umidade ideal do espaço de armazenamento é 60%. Sendo assim, não ultrapasse 70% para não prejudicar a qualidade das sementes;
  • Contudo, tenha cuidado com roedores e outros animais. Além de causar sujeira no espaço, podem transmitir sérias doenças.

 

Cuidado com a embalagem 

 

Em primeiro lugar, se puder, não tire as sementes para pasto das embalagens originais. Afinal, se o produtor te enviou naquele formato, é o correto para melhor conservação do conteúdo que contém dentro dela.

Entretanto, as sacas geralmente chegam com um plástico filme em volta. Esse sim é aconselhável ser retirado. Ou até mesmo, ser perfurado.

Mas cuidado com o tamanho dos furos. Eles não podem ser muito grandes. Caso contrário, as sementes irão cair. O objetivo é fazer com que as sementes respirem.

 

semente para pastagem
Como conservar sementes para pastagem? – Foto: Camajo Agropecuária

Depois do primeiro passo

 

A compra e armazenamento correto são apenas os primeiros passos. Na verdade, uma pastagem de qualidade começa na escolha da espécie que precisa ser adequada ao seu solo e região.

Feito todos os processo de cultivo, não esqueça da rotina diária. Por exemplo, prevenção de parasitas, adubo, fertilizantes, inserir no máximo 100 animais por lote. Dar o descanso necessário e permitir a rebrota.

Se puder, implemente técnicas de irrigação. Ter pasto o ano todo, certamente, mudará sua realidade.

Além disso, não esqueça da ração e do sal no cocho.

Contudo, reduza custos, produza seu próprio sal proteinado: Como fazer sal proteinado para o gado: a receita

Por fim, para mais dicas sobre pecuária, acesse: Boi Saúde no YouTube.

 

Referência 

Cruz, Andressa. Cuidados com o armazenamento de sementes forrageiras pode evitar prejuízos. Sementes Oeste Paulista.

 
banner banner
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*