Quais são os cuidados antes do abate bovino?

Gostou? Compartilhe!

Mais que manter uma produção de alta qualidade durante todas as fases, o período que antecede o abate bovino merece uma atenção especial.

Você sabe quais são os cuidados essenciais para que o produto não seja danificado e descartado no frigorífico?

Se esse é um problema enfrentado na sua pecuária, você está a um passo de resolvê-lo. São ações simples. Entretanto, que fazem toda a diferença no frigorífico.

Então, vamos aprender quais são?

 

 

Cuidados antes do abate bovino

 

Na fase de terminação 

 

Se desde a fase de cria, os seus bovinos têm uma boa alimentação, por que não continuar na terminação? Um bom rendimento de carcaça não acontece da noite para o dia. Muito menos um índice de gordura esperado pelo mercado.

Então, assim que o gado entrar na arroba indicada para a fase da terminação, equilibre a ração.

Inclusive, para completar a informação, geralmente, um boi entra na terminação com 330 kg. Para atingir o peso entre 450 e 500 kg, qual a sua estratégia?

Existem diversos métodos de criação. Por exemplo, o Boi 777, confinamento e a terminação intensiva à pasto.

Se chegar a esse peso indicado é um desafio para sua propriedade em tempos atuais, você tem a oportunidade de melhorar seus resultados agora.

Basta conferir a ração ideal para essa fase: Receita de ração para engorda de gado de corte: terminação.

Contudo, não importa qual seja a sua escolha. O que mais interessa é o resultado final. Vai chegar ao peso esperado? E mais ainda, a qualidade do produto será a esperada pelo comprador?

 

abate bovino
Quais são os cuidados antes do abate bovino? – Foto: Tuna Rosa Ranch

Antes do transporte 

 

Todo o processo antes do embarque precisa ser feito com calma. Nada de gritos, empurrar, tocar o gado com violência. Afinal, quanto mais estressado o gado ficar, mais difícil será o embarque.

Por isso, antes de começar a colocar os bois no caminhão, confira a estrutura. Está adequada para que o rebanho viaje em segurança?

Há pregos, tábuas e demais objetos que possam provocar algum machucado? Acima de tudo, limpeza em dia é fundamental. Pois essa prática evita que o gado se contamine com doenças no caminho.

Peça ao motorista do caminhão, a documentação do veículo que, obrigatoriamente, precisa estar em dia.

Se puder, contrate um profissional que já tenha experiência e até recomendação. Como resultado, seu negócio terá mais segurança durante essa atividade.

Na sua propriedade, tenha um embarcador seguro e com medidas adequadas. Caso não tenha mão de obra suficiente, contrate peões e vaqueiros por dia para te auxiliar na tarefa.

Para saber se o seu embarcador atende bem a demanda, confira o texto: Características de um embarcador de gado eficiente.

 

Durante o trajeto para o abate bovino

 

Quando transporte de mau jeito, o gado perde peso. Você sabia dessa informação?

Além disso, quanto mais longa a viagem, mais chance de perder esses quilos conquistados os animais embarcados têm, antes do abate bovino.

Portanto, em viagens muito longas, estabeleça pausas. Ou seja, elabore uma data de saída que permita essas paradas e que não provoque atrasos na entrega.

Contudo, não deixe de oferecer água e alimentação. Em outras palavras, o gado precisa comer e estar hidratado.

Todas essas ações evitam que a carne fique escura pelo estresse do gado. Além disso, os animais não chegam feridos, desidratados e com peso diferente da saída. Ou seja, pecuarista, você só tem a ganhar seguindo essas dicas.

 

Por fim, para mais conteúdo sobre como melhorar seu lucro na pecuária, acesse nosso canal. Toda semana, novas dicas são publicadas. O nosso objetivo é que sua propriedade alcance o sucesso desejado. Clique: Boi Saúde no YouTube.

 
banner banner
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*