fbpx

Estilosantes mineirão: como utilizar na pastagem?

Os estilosantes mineirão são uma leguminosa forrageira nativa da região do cerrado brasileiro. É bem aceito pelo gado e tem boa resistência à seca.

Saber manejar estilosantes mineirão na pastagem é opção para terras inférteis e recuperação de áreas degradadas. Por isso, é muito utilizado na região Centro-Oeste pela boa adaptabilidade e aceitação do solo.
 

O que são estilosantes mineirão? 

 
O uso do estilosantes mineirão na pastagem tem mais benefícios. Ele tolera uma doença que a maioria dos outros tipos de estilosantes não suporta, a antracnose, que limita o crescimento.

A propriedade que utiliza decubens, marandu e andropogon pode utilizar o estilosante minerão, já que há facilidade de consórcio entre ambas. Além disso, é muito utilizado para reparar e recuperar pastagens e áreas degradadas. E tem um rápido crescimento.
 

Manejo do pasto 

 
Independentemente do seu solo e espécie de forrageira, os cuidados devem ser mantidos durante as águas e também na seca.

Vistorias para identificação de pragas como insetos e parasitas, adubação, inserir o gado em número adequado (100 por lote), e no momento certo para dar condições de rebrota.

Indo além, oferecer instrumentos como irrigação durante a falta de chuvas é uma boa alternativa para se ter pasto o ano todo.

 

Estilosantes mineirão é boa opção para a seca
Estilosantes mineirão é boa opção para a seca. – Foto: Reprodução Internet

Estilosantes mineirão na pastagem

 

Os estilosantes mineirão são da espécie Stylosanthes guianensis, são perenes, produzem pouca semente e se planta com densidade de 1,5 kg/ha e pode ser cultivado numa gama ampla de solos.

É uma ótima fonte de proteína para o gado, principalmente na seca, que varia entre 16 a 18% de teor de proteína pura.

Pode ser utilizado como banco de proteína de 10% a 30% da área total de pasto. É uma das leguminosas mais indicadas quando o assunto é suplementação de gramíneas.

O gado pode fazer a primeira pastagem entre 70 e 90 dias após o plantio de formação. Mas, além do pasto, pode ser utilizado como feno e como corte oferecido no cocho.

Quer saber mais sobre pastagem? Acesse a dica: Tudo sobre estilosantes.

Outras informações sobre aumento de desempenho e produtividade na pecuária, você encontra no canal de vídeos gratuito: Boi Saúde no YouTube.

Referência: Texto elaborado com informações da Embrapa.

 
banner banner
 

2 pensou em “Estilosantes mineirão: como utilizar na pastagem?”

  1. Eduardo Bayer Neto disse:

    Ao formar uma pastagem com BRS CAPIAÇU no espaçamento 0.7 x 0.5 metros, junto com o plantio das mudas, ou mesmo um pouco antes, posso semear o amendoim forrageiro (Arachis pintoy) ? Haveria espaço para o amendoim crescer? Não haveria preferência no paladar? Ressalto que o pastejo seria rotacionado, obedecendo o ciclo do Capiaçu! E qual seria o herbicida usado na enxada química para combate das eventuais invasoras? Grato!

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Eduardo, obrigado pela pergunta, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

×