Índice reprodutivo das matrizes pode aumentar para 80%


Entenda os três pilares para aumentar o índice reprodutivo das matrizes.

Hoje, o Brasil tem 65% de índice reprodutivo das matrizes. A cada ano, por média de 100 animais, 35 vacas de cria não reproduzem. Estima-se que o custo de cada uma é em torno de R$ 500 para a propriedade, com a soma de nutrição, mão de obra e outros. Se o gasto com uma única matriz é de R$ 500 ao ano, e ela não produz um bezerro, significa um grande prejuízo ao produtor.

Porém, é possível aumentar esse índice reprodutivo das matrizes de 65% para 80%, com qualidade e lucratividade nos negócios. O mercado é muito importante, porém é o produto oferecido que garante o valor no setor da pecuária.

Para se chegar a um bom índice, não é necessário um investimento alto como grandes fazendas fazem. O pequeno e médio produtores podem aplicar algumas táticas para melhorar esse número e obter mais nascimentos de bezerros durante o ano.

Hoje, o Brasil tem 65% de índice reprodutivo das matrizes.
Crédito: Boi Saúde – Pecuária Inteligente

Ainda, o período de serviços com o rebanho deve ser entre 65 a 87 dias e o período de parto entre 345 dias a 365 dias. Ao reparar nesses números e checar se a produção está fora desse parâmetro, é necessário aplicar uma regulação com manejo alimentar.

Geralmente, a alimentação é baseada em nutrientes, água, proteína e minerais. A pastagem precisa ser composta de 10% de proteína bruta, 60% de nutrientes digestíveis e 2% de mineral. Além disso, observar se o sal servido tem alto teor de cálcio e fósforo, elementos fundamentais para garantir uma boa reprodução.  O cálcio evita a retenção de placenta e auxilia na formação óssea dos bezerros. Já o fósforo trabalha na nutrição do gado e previne o cio irregular da vacada.

Três pilares para aumentar o índice reprodutivo das matrizes

  1. Nutrição: sais mineral e proteinado, mais uma boa pastagem e ração são indispensáveis para melhorar a fertilidade dessas matrizes;
  2. Certifique-se sobre a qualidade do reprodutor da sua propriedade. Ou faça um bom investimento em inseminação artificial;
  3. Prezar pelo bem-estar desse animal no dia a dia. Não utilize choques, espetos ou um manejo agressivo que cause estresse e traumatize essa vaca. Principalmente, as que já estejam prenhas.

Para complementar a dica, acesse:

Como prevenir a retenção de placenta

 

 

 

topo
Bitnami