Castrando boi: analise as vantagens e desvantagens

Gostou? Compartilhe!

Chegou a hora de você aprender um pouco mais sobre castração de bovinos. Na dica de hoje, a Boi Saúde também vai te ajudar a analisar quais são as vantagens e desvantagens desta castração.

Por isso, te convidamos para continuar conosco até o fim do texto, pois você vai sair daqui sabendo de uma vez por todas quando e como castrar um boi.

Depois, não deixe de comentar o que achou das dicas. Caso tenha alguma dúvida, escreva pra gente também, combinado?

Vamos lá!

 

A decisão de castrar um boi ou não é frequente nas propriedades. Os produtores que decidem pela castração têm dúvidas que serão respondidas abaixo.

 

Castrando boi: como e quando

 

Quando realizar a castração? Essa pergunta não é difícil de ser respondida, no entanto é importante lembrar que todas as idades têm prós e contras. Veja abaixo quais são elas:

Se a castração for realizada logo após o nascimento, a desvantagem é que esse animal não aproveita o efeito anabólico do hormônio produzido nos testículos. Mas tem menos riscos e estresse no animal.

A castração na hora da desmama tem a desvantagem do desencadeamento de dois estresses, o do desmame e da castração. Porém, o risco é moderado.

Agora, se for castrar o boi com 12 meses ou no início da puberdade, tem a desvantagem de conter o animal para o procedimento. Além disso, causar um forte estresse e o risco de perder esse animal já com um valor de mercado considerado.

 

Castrando boi: analise as vantagens e desvantagens
Castrando boi: analise as vantagens e desvantagens – Foto: Reprodução Internet

Ao mensurar todos os riscos, faça a castração no momento do nascimento. É a fase com menor risco de perda do animal. Outro ponto positivo é que a perda dos hormônios dos testículos pode ser suprida com nutrição no cocho.

Caso a castração seja feita na propriedade, opte pelo período de seca, com menor infestação de moscas e parasitas, por exemplo.

Quanto ao método de castração, faça a opção pelo torquês. Esse procedimento consiste em um objeto que esmaga as veias dos ligamentos dos testículos. Sem esse ligamento há a atrofia e o hormônio é absorvido pelo organismo do animal. A técnica não faz a incisão e diminui o risco de infecção. Além disso, a dor é menor.

Contudo, tem dúvidas sobre boi castrado e animal inteiro? Então continue no blog, acesse essa dica clicando no link e obtenha informações: Boi castrado ou animal inteiro. 

Não pare seus conhecimentos aqui, amigo produtor! Confira a dica Propriedade de gado de corte: confira as instalações

Continue aprendendo sobre agro!

Por fim, como você sabe, a Boi Saúde existe justamente para proporcionar conhecimento para os pecuaristas do nosso Brasil. Por isso, sugerimos que você continue seus estudos com a gente. Sabe como? Por meio do nosso canal de vídeos!

Acesse agora e desfrute de todas as dicas e orientações do nosso consultor, José Carlos Ribeiro. É só clicar: Boi Saúde no YouTube.

Contudo, lembre-se de se inscrever em nosso canal, amigo produtor. Dessa forma, você será notificado sempre que inserirmos um conteúdo novo. Combinado?

Nos vemos na próxima dica. Então, até lá!

 
banner banner
 

2 pensou em “Castrando boi: analise as vantagens e desvantagens”

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Marcelo, obrigado pelo elogio, continue nos acompanhando!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*