Nutrição do gado leiteiro na seca é fundamental


Manter a produtividade com nutrição do gado leiteiro na seca é fundamental.

Manter a produtividade leiteira com nutrição na seca é desafiador.  O gado de leite é o que mais sofre nesse período. O leite é formado por 88% de água e o animal precisa de um consumo uniforme de ração para que continue a produção adequadamente.

Dica para manter a nutrição do gado leiteiro na seca

Se na propriedade estiver sobrando de 10% a 15% de ração no cocho dos animais, está correta a quantidade que está sendo servida. Mais do que essa quantidade, o produtor estará desperdiçando alimento. E caso seja menos, é necessário aumentar o volume oferecido ao gado.

Existe um número ideal para que o produtor não se perca, não desperdice ração e consequentemente, investimentos. A produtividade leiteira do animal tem que estar ligada à nutrição dele. Então, para cada 3 a 5 litros de leite que a vaca produz, faça a mistura de um quilo de ração.

Manter a nutrição do gado leiteiro na seca é fundamental
Manter a nutrição do gado leiteiro na seca é fundamental

Um exemplo: se a vaca produz 10 quilos de leite por dia, sirva três quilos de ração para esse animal. É uma dose individual que deve ser feita em todas as vacas produtoras de leite da propriedade. É com essa dosagem que a produtividade não será afetada no período da seca.

Manter os animais sadios ao oferecer uma nutrição adequada evita diversos problemas. Desde a doenças que são prevenidas até o oferecimento de produtos de má-qualidade.

A seca é um período no qual o produtor enfrenta grandes dificuldades na alimentação dos bovinos. A queda na produção de leite e ganho de peso podem ser evitados com planejamento. Se a propriedade se adequar no período das águas, na seca estará pronta para enfrentar essa época sem eventuais perdas.

Para saber mais dicas sobre o assunto, acesse:

O que servir na seca para o gado

 

 

topo
Bitnami