Horário de verão causa impacto na pecuária de leite


Os animais não sabem da mudança do horário de verão. Ajuste a rotina do plantel.

O período pode proporcionar estresse ao rebanho. Saiba como lidar com os animais, que demoram em torno de duas semanas para se acostumar com o período.

O produtor tem o costume de lidar todos os dias com o rebanho nos mesmos horários, porém,deve estar atento às mudanças que o horário de verão pode causar nos animais, como o estresse, que influencia diretamente na qualidade do produto final a ser obtido. Os bovinos são animais de hábitos e que todos os dias nos mesmos horários fazem uso do bebedouro, por exemplo, assim como a ordenha e demais atividades que envolvem o cuidado do rebanho.

Conheça o impacto do horário de verão na pecuária. Foto: portal Agropecuário
Conheça o impacto do horário de verão na pecuária. Foto: portal Agropecuário

Adequação ao horário de verão

Esses animais sofrem com a mudança de horário e há necessidade de adequação do trato do rebanho. Se o produtor faz a ordenha às 5h no horário tradicional, no horário de verão, para os animais será às 6h. Então a dica é começar às 5h50, 5h40, até chegar às 5h novamente. Quando voltar o horário de verão, a ordenha será retomada gradativamente. A ordenha da tarde sempre deve ser feita uma hora depois do horário de costume. Assim não há alteração na qualidade da produção.

O estresse do animal pode englobar diversas vertentes

  • Além da mudança de horário, evite utilizar insumos tóxicos aos animais.
  • Sempre dê preferência aos produtos naturais.
  • Deixe a pastagem livre, espaço considerável de acordo com as cabeças do gado.

São tópicos simples, mas importantes para alavancar a produtividade e não  afetar a saúde do animal. Atuar no conceito de bem-estar animal é fundamental em nossa pecuária.

Clique no link e continue a aprimorar seus conhecimentos específicos em gado de leite: Dicas gado de leite/Boi Saúde.

topo
Bitnami