Firmeza no mercado do boi gordo estimula a reposição

O mercado de reposição voltou ao seu ritmo normal após ter menor movimentação no início do mês, devido ao Carnaval.

No mercado do boi gordo as cotações estão firmes e isso tem estimulado a procura pela reposição do rebanho. A categoria mais procurada é o boi magro, de giro rápido.

Porém, a oferta desta categoria está restrita, fato que gera ofertas de preços maiores por parte da ponta vendedora.

Além disso, diante dos menores volumes de chuvas no final de 2018 e início de 2019, os animais desta categoria “sentiram” a piora das pastagens e, consequentemente, tiveram queda de sua qualidade.

Em função disso, a ponta compradora insiste em pagar menos pela categoria e a maioria dos negócios travam.

Com relação aos bezerros, a oferta ainda está curta na maior parte do país, pois os bezerros da safra ainda chegam de maneira tímida ao mercado. A expectativa é de que os maiores volumes se concentrem entre abril e maio.

Para o curto prazo, a tendência é de que a procura por reposição permaneça em bom ritmo e alguns fatores corroboram para este cenário.

O primeiro é que devido à oferta restrita de boiadas, a arroba do boi gordo tende a seguir firme nos próximos dias, fato que colabora com a troca.

Outro ponto é que com os bons volumes de chuvas recentes houve melhora das pastagens, fato que respalda a compra da reposição.

As categorias mais eradas têm sido as mais procuradas para negócios, mas devido à oferta restrita e preços acima das referências, os negócios fluem com maior dificuldade.

Fonte: Scot Consultoria

Data de publicação 18/03/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

topo
Bitnami