Primeiros socorros em bovinos salvam vidas


Saiba das ações para realizar os primeiros socorros em bovinos.

Os primeiros socorros em bovinos muitas vezes salvam as vidas dos animais. Um boi ferido ou acidentado, que precisa de cuidados imediatos, pode ser socorrido inicialmente pelos próprios tratadores até a chegada do veterinário.

Saiba como fazer primeiros socorros em bovinos

No caso de cortes ou pancadas, o sangramento deve ser estancado para evitar uma perda de sangue considerável. A hemorragia pode levar o animal à óbito. Para conter o sangue, utilize panos limpos, água potável e gelo em grande quantidade. Nunca coloque açúcar, café ou outros tipos de pó, principalmente os comestíveis. Esses produtos podem agravar o ferimento e desenvolver uma infecção. Além de dificultar um melhor exame e sutura feitos pelo veterinário.

Primeiros socorros em bovinos previnem complicações
Primeiros socorros em bovinos previnem complicações

Em casos de partos difíceis, é importante o produtor e o vaqueiro tomarem uma medida para garantir a vida da matriz e do bezerro. Caso precise fazer tração com o animal, utilize no máximo duas pessoas. Às vezes, força demais pode prejudicar a vaca. Verificar a lubrificação das partes moles é um bom indicativo para o nascimento ser realizado com mais facilidade. Inclusive, caso tenha vacas prenhas na sua propriedade, acesse essa dica: como prevenir a retenção da placenta. 

Sobre intoxicação, principalmente por ureia, que é muito comum nas propriedades, faça uso do vinagre caseiro. De primeiro momento, irá resolver e salvar a vida do animal.

Outro produto indispensável é o soro caseiro. Muito utilizado não só em bovinos, mas em todos os animais que passam por desidratação. A mistura de sal, açúcar, água e bicarbonato de sódio repõe os nutrientes e corta a diarreia que causa uma grande perda de líquidos do organismo.

Todos esses procedimentos são feitos de formas emergenciais para evitar que o sofrimento do animal se prolongue por muito tempo. Não hesite em chamar seu veterinário de confiança ou até mesmo consultá-lo por telefone sobre como proceder em casos de suspeita de fraturas e outros mais graves.