Como usar uréia na alimentação dos bovinos


Entenda quais os cuidados na utilização da ureia para bovinos.

A ureia para bovinos é um composto que mantém o peso com baixo custo e resultados bem interessantes. O uso da ureia para bovinos pode ser realizado em todas as épocas do ano, mas principalmente na seca, período que o solo fica pobre em nutrientes e o pasto não fornece as substâncias nutricionais necessárias para manter a saúde do animal, e consequentemente, continuar a engorda.

Usada com cautela, ureia para bovinos promove bons resultados
Usada com cautela, ureia para bovinos promove bons resultados

O uso da ureia para bovinos é muito comum em todo o país, porém muitos produtores têm dúvidas sobre como oferecê-la ao gado. Existem dois tipos: a agrícola que tem PVA e formol na composição e é proibida na bovinocultura e a ureia pecuária que é de fácil digestão e mais pura. O produtor deve ter cautela ao utilizar a ureia. Mais de quatro mil bovinos morrem a cada ano no Brasil pelo uso incorreto desse componente. 

Dosagem da ureia para bovinos

Se for servir com o sal mineral, a mistura correta é: 

  • 30% de ureia para bovinos; 
  • 3% de sulfato de amônia; 
  • 67% de sal mineral . 

Caso sirva no sal proteinado, quando o consumo é de um grama por quilo vivo do animal, misture 12% de ureia.

Não deixe os animais sem alimentação

Não sirva ureia para bovinos famintos, que ficaram muito tempo sem acesso a algum tipo de alimentação por longos períodos, pois o consumo será muito grande de uma vez só, o que pode causar algum tipo de intoxicação.

Adaptação da ureia para bovinos

Ofereça a mistura com ureia para bovinos aos poucos, não de uma única vez. No primeiro mês de uso, divida a ureia em quatro porções. Na primeira semana, você vai oferecer dois sacos de sal mineral e um de sal mineral com ureia. Na segunda e terceira semanas, serão dois sacos de sal mineral com ureia e um só com sal mineral. Na última (quarta semana), a mistura de sal mineral com ureia pode ser servida por completo.

Cobertura dos cochos

Há um mito de que a mistura de sal e ureia para bovinos com água intoxica o animal, porém o que não pode é deixar o cocho todo encoberto de água com essa mistura que é prejudicial. Geralmente essa água é proveniente de chuva. A orientação é fazer uma cobertura acima do cocho para prevenir que essa água se acumule e cause prejuízos na saúde do animal. Faça também furos para escoamento. O cocho também pode ser colocado em desnível, assim evita que a água fique acumulada.

Sintomas de intoxicação

Se o animal consumiu grandes quantidades de ureia sem a mistura balanceada com o sal ou a água contaminada, começará uma salivação excessiva e tremores musculares. Esses sintomas  indicam o começo de uma intoxicação, com quadro evoluído, passa a apresentar convulsões. Então fique atento a esses sinais, pois se identificados no início, há grandes chances de cura. O tratamento é feito com vinagre e ácido acético 4% para servir ao animal nos primeiros sintomas.  Sirva grande quantidade de água gelada que inibe a absorção do componente que causa a intoxicação pela ureia. E sempre consulte seu veterinário de confiança.