Verrugas da figueira: saiba como eliminá-las

Eliminar as verrugas da figueira é um dos grandes desafios do pecuarista brasileiro. A papilomatose bovina é o nome científico do vírus que acomete  mais o úbere, a cabeça e pescoço do animal. Por ser uma doença infecto-contagiosa, assim que o produtor identificar os sintomas iniciais das verrugas da figueira, a indicação inicial é o isolamento para evitar a contaminação. Animais de todas as idades podem contraí-la, porém os jovens são os mais acometidos.

Além da aparência estética, que deixa o animal com aspecto doentio, as verrugas da figueira trazem grande prejuízo devido às perdas de cabeças que o produtor possa ter, caso não faça o tratamento logo no início da manifestação. Se não tratada adequadamente, o tumor pode se tornar maligno, desenvolvendo câncer no animal. Outros prejuízos são o comprometimento do couro, mastites e bicheiras.  

Verrugas da figueira deve ser tratada logo no início dos sintomas (crédito: revista Agropecuária)
Verrugas da figueira deve ser tratada logo no início dos sintomas (crédito: revista Agropecuária)

A incidência da doença é tão alta que apenas no Nordeste, 30% de todo o rebanho já foi contaminado.

Prevenção e combate das verrugas da figueira

Para prevenir,  se atente a qualidade da água oferecida ao rebanho, pois é um  foco de transmissão, assim como cercas. Outro aspecto a ser observado é a imunidade do animal, pois quando está baixa é pré-requisito para a doença. As verrugas podem ser de diversas cores, formatos e tamanhos. Carrapatos e moscas também são vetores. Quando identificar um animal com verrugas da figueira, isole-o e não utilize os mesmos utensílios na ordenha e marcação a ferro. O uso desses objetos sem esterilização podem  contaminar os demais do rebanho.

Atualmente, estão disponíveis no mercado vacinas e tratamentos utópicos, porém de baixa eficácia e alto investimento, mas existem formas de baixo custo para tratar as verrugas da figueira no seu rebanho:

1 – extraia 20 ml de sangue da veia do animal. Adicione 1 ml de cálcio e faça novamente a aplicação desse sangue no músculo do animal. Esse processo deve ser feito uma vez por semana, durante um mês. A verruga da figueira começará a secar e irá cair.

2 – Pegue um fio de cobre e coloque na circunferência do pescoço do animal como um colar.  Então com uma varinha bem fina de cobre, perfure a orelha do bovino após esquentá-la, que também fará as verrugas secar e cair.